Moro convoca Força Nacional para atuar contra estudantes, indígenas e mulheres da Marcha das Margaridas

Foto: Ministério da Justiça

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, determinou o uso da Força Nacional (FNSP) para atuar na área da Esplanada dos Ministérios e na Praça dos Três Poderes.

 A portaria foi publicada no Diário Oficial da União e assinada pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, atende um pedido do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), e tem válida para terça (13) e quarta-feira (14), quando acontecem manifestações.

Nesta terça-feira, acontece o protesto de estudantes e trabalhadores contra cortes na Educação e a Marcha das Mulheres Indígenas. Na quarta-feira, acontece a Marcha das Margaridas, realizada há 18 anos por trabalhadoras rurais.

Segundo a portaria, a Força Nacional atuará nas “ações de preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, na defesa dos bens e dos próprios da União”. A permanência da Força Nacional pode ser prorrogada.

Um Grupo formado por 13 mulheres de Canindé, irão participar da Marcha das Margaridas. Elas representam agricultores e trabalhodores do municipio.