Para não fechar as portas, hospital prioriza pagamento de impostos e deve reduzir atendimento

Publicado em 04/05/2017 às 23:03 

Após expor o problema para as autoridades municipais das cidades
atendidas e ao Governo do Estado do Ceará, diante da verdadeira situação
de calamidade financeira que passa o Hospital Regional São Francisco de
Canindé, a direção da Santa Casa anuncia medidas para não fechar as portas.
Entre as providências estão a prioridade de aplicação de recursos das
verbas recebidas do governo conforme convênio de prestação de serviço.
Segundo o presidente da Sociedade Hospitalar São Francisco de Canindé,
frei Joãozinho
Sannig, para que o hospital continue funcionando, a prioridade será o
pagamento de impostos, sendo que o restante do dinheiro que restar será para
aplicação de atendimento à população. Anteriormente, o hospital vinha deixando
de pagar os impostos para atender à população de Canindé e região. 
Os esclarecimentos devidos sobre como está à situação do hospital você
confere na entrevista de Frei Joãozinho.

Canindé Online

436 Post

Related Posts

error: Content is protected !!

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

X
Have no product in the cart!
0